Ray
Uma noite normal. Cheguei do trabalho no mesmo horario, jantei, assisti House, deitei na cama e fiquei lendo, logo em seguida estava pegando no sono. Eu estava naquele estado de sono em que você nao tá nem dormindo nem acordado. Ela passou mau durante a noite e foi para o banheiro, escutei elas conversando mas não imaginei nada muito serio. Voltei a me consentrar no sono. Acordei com um grito. corri para o banheiro. Ela estava desmaiada na porta. Denovo não. Fiquei paralisada por alguns segundos. Corri para ajudar. Chamei pelo seu nome, quase gritei pra dizer a verdade. Tentei levanta-la. Não estava dando certo. Não sei se pelo peso dela ou pelo meu desespero. Pensando melhor resolvir tentar acorda-la ali mesmo. Já era pra elar ter acordado. Nunca demorou tanto assim. Comecei a me desesperar ainda mais. Eu estava segurando o choro, mas não iria conseguir por muito tempo. Tentei ser pratica. Peguei um travesseiro e coloquei a cabeça dela no meu colo. Pessei alcool nos braços e no naris dela. Não estava dando certo. Medi a pressão. Estava alta. Provavelmente a clicemia estava baixa. Ela presisava acordar para comer algo doce. Comecei a sacudi-la e chamar seu nome. Os olhos dela começara a se mecher. Graças a deus ela estava voltando a si. Chamei novamente. Ela foi recuperando a conciencia. Acordou e olhou pra mim. Percebeu que estava no chão e começou achorar. Perguntou o que estava acontecendo. Eu expliquei. "Ray, não foi culpa minha". "Eu sei meu bem, não se preocupa, vai dar tudo certo". Ela não conseguia sentir as pernas. Fiquei com ela ali no chão. Não estava nem ai pro frio ou se ia sujar minha roupa. Ficaria ali no chão com ela o tempo que fosse presizo. Não a deixaria em hora nenhuma. Sei que ela já fez o mesmo por mim e faria quantas vezes fossem nescessarias. Quando ela estava se sentindo mais forte para levantar, fui com ela para quarto. Ajudei a se deitar e medi sua pressão novamente. Estava se normalizando. Respirei mais aliviada. Ela estava ficando bem. Depois de tudo fui para o meu quarto. Sentei na cama e desabei em choro. Chorei por horas. Senti muito medo.
|
2 Responses
  1. Lys Fernanda Says:

    adoorei o texto, é real? '-'
    beijos!


  2. Cadinho RoCo Says:

    O importante é que no final deu tudo certo.
    Cadinho RoCo